PARTE IX - YESHUA E AS FESTAS BÍBLICAS

21/08/2013 12:45

PARTE IX

YESHUA E AS FESTAS BÍBLICAS

 

Por Tsadok Ben Derech

 

Primeiramente, cabe destacar que Yeshua afirmou que não veio revogar a Torá, mas torná-la plena (Matityahu/Mateus 5:17). Logo, não há razão para crer que não tenha participado das festas bíblicas instituídas por YHWH.

Em segundo lugar, vimos que as festas mencionadas não foram criadas por homens, mas sim determinadas pelo próprio ETERNO (Vayikrá/Levítico 23) e são mandamentos para serem cumpridos. Ora, se Yeshua não tivesse participado de alguma festa, então, teria violado um mandamento da Torá e, consequentemente, estaria em pecado, já que pecado significa violação da Torá (Yochanan Álef/1ª João 3:4). Todavia, sabemos que Yeshua nunca pecou (Ivrim/Hebreus 4:15), razão pela qual se conclui com toda a certeza que Yeshua celebrava as festas bíblicas.

Ante tais argumentos, não se precisaria provar que o Mashiach guardou as festas, porquanto temos certeza de tal fato. Pensar de modo contrário, como fazem os atuais cristãos que desprezam as festas bíblicas, significaria declarar que Yeshua viveu em pecado, o que é uma blasfêmia!!!

Insta repetir: Yeshua guardou todas as festas designadas pelo ETERNO, sendo este o motivo pelo qual seus discípulos devem cumpri-las.

Citam-se, a título de mera amostragem, algumas passagens em que Yeshua participou ativamente das festas bíblicas:

“Ora, todos os anos iam seus pais a Yerushalayim [Jerusalém] à festa de pessach [páscoa];

E, tendo ele já doze anos, subiram a Yerushalayim [Jerusalém], segundo o costume do dia da festa.” (Lucas 2:41-42).

“E estava próxima pessach [páscoa], e Yeshua subiu a Yerushalayim [Jerusalém]” (Yochanan/João 2:13).

“E depois disto Yeshua andava pela Galil [Galileia], e já não queria andar pela região de Yehudá [Judeia], pois os habitantes dali procuravam matá-lo.

E estava próxima a festa de sukot [cabanas ou “tabernáculos”].

Disseram-lhe, pois, seus irmãos: Sai daqui, e vai para a região de Yehudá [Judeia], para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes.

Porque não há ninguém que procure ser conhecido que faça coisa alguma em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo.

Porque nem mesmo seus irmãos criam nele.

Disse-lhes, pois, Yeshua: Ainda não é chegado o meu tempo, mas o vosso tempo sempre está pronto.

O mundo não vos pode odiar, mas ele me odeia a mim, porquanto dele testifico que as suas obras são más.

Subi vós a esta festa; eu não subo ainda a esta festa, porque ainda o meu tempo não está cumprido.

E, havendo-lhes dito isto, ficou na Galil [Galileia].

Mas, quando seus irmãos já tinham subido à festa, então subiu ele também, não manifestamente, mas como em oculto.

(...)

Mas, no meio da festa subiu Yeshua ao Beit HaMikdash [Templo], e ensinava” (Yochanan/João 7:1-10 e 14).

“E em Yerushalayim [Jerusalém] havia a festa de chanuká, e era inverno.

E Yeshua andava passeando no Beit HaMikdash [Templo], no alpendre de Shlomoh [Salomão]”. (Yochanan/João 10:22-23).

 

Conforme o expendido e os textos citados, não restam dúvidas de que Yeshua celebrava as festas bíblicas, o que nos leva a seguir seu exemplo e guardá-las devidamente, tal como determinou o ETERNO.

 

Contato

TSADOK BEN DERECH judaismonazareno@gmail.com